Cuidado com os false friends!


Entenda o que são falsos cognatos e conheça os principais exemplos na língua inglesa

Não, este não é um post sobre amizades desleais. Existe um fenômeno, popularmente conhecido como false friends, no qual duas palavras de idiomas diferentes possuem grafia semelhante, mas significados distintos.

Nesse caso, cognatos são justamente o contrário. Palavras como “comedy” e “comédia”, “idea” e “ideia”, “future” e “futuro”, para citar alguns exemplos, são escritas de maneira semelhante em sua forma inglesa e portuguesa, e possuem o mesmo significado em ambos os idiomas.

Mas qualquer semelhança não é mera coincidência. Embora a língua materna do inglês tenha sido a anglo-saxônica, o latim também teve influência na formação da língua inglesa. Além disso, a língua portuguesa foi fortemente influenciada pelo inglês, principalmente a partir do século XX, devido ao predomínio econômico, político, cultural, técnico e científico das nações de língua inglesa durante esse período e a evolução dos meios de comunicação. Assim, algumas palavras possuem a escrita parecida no inglês e no português, porém nem sempre seus significados são similares.

E os falsos cognatos (ou false friends) são grandes inimigos no processo de aprendizagem de um idioma estrangeiro. Até falantes fluentes caem na pegadinha de vez em quando. Mas alguns false friends são mais comuns de utilizarmos no dia a dia e, por isso, acabamos guardando-os na memória com mais facilidade. Observe alguns exemplos:

  • Actual: parece “atual”, mas significa verdadeiro. Para dizer a palavra atual em inglês, utilizamos current.

  • College: parece “colégio”, mas significa faculdade. Para dizer a palavra colégio em inglês, utilizamos high school.

  • Cigar: parece “cigarro”, mas significa charuto. Para dizer a palavra cigarro em inglês, utilizamos cigarrete.

  • Parents: parece “parentes”, mas significa pais (pai e mãe). Para dizer a palavra parente em inglês, utilizamos relative.

  • Pushparece “puxar”, mas sinifica empurrar. Para dizer a palavra puxar  em inglês, utilizamos pull.

  • Lunch: parece “lanche”, mas significa almoço. Para dizer a palavra lanche em inglês, utilizamos snack.

  • Library: parece “livraria”, mas significa biblioteca. Para dizer a palavra livraria em inglês, utilizamos bookshop.

  • Pasta: parece “pasta”, mas significa massa (macarrão). Para dizer a palavra pasta em inglês, utilizamos folder.

  • Pretend: parece “pretender”, mas significa fingir. Para dizer a palavra pretender em inglês, utilizamos intend.

  • Data: parece “data”, mas significa dados (informações). Para dizer a palavra data em inglês, utilizamos date.

Tenho certeza de que você já conhecia algumas dessas palavras. Além desses exemplos, existem vários outros false friends quando se trata dos idiomas inglês e português. Há ainda palavras cognatas que podem atuar como false friends dependendo do contexto. Palavras desse grupo, que chamamos de cognatos eventuais, podem eventualmente ser traduzidas pelo termo cognato em português.

É o caso de “medicine”, por exemplo, que pode significar tanto medicina quanto remédio. O mesmo acontece com a palavra “introduce”, que assume os significados de introduzir e apresentar.

Toda essa coisa de cognatos e false friends pode parecer confusa, mas não se preocupe: há muito mais cognatos verdadeiros do que falsos, o que faz do inglês uma língua relativamente fácil de aprender.

E você? Conhece mais exemplos de false friends? Tem dúvida sobre o significado real de alguma palavra? Conte para nós e não deixe de compartilhar o que você aprendeu.

Até a próxima!

Artigos Relacionados

Do seu jeito, em qualquer lugar!

O curso acompanha seu ritmo, tanto na sua vida, quanto no seu aprendizado. É você quem lidera sua forma de aprender.

A1, B2? Entenda seu nível de fluência!

Entenda em que nível de proficiência você se encontra. O Quadro Comum Europeu de Referência para Línguas (CEFR) é a nossa base.

AMEAI

Na AMEAI, você ouve, fala, lê, escreve, tem conhecimentos gramaticais, vê vídeos, acessa o vocabulário e curiosidades a respeito do idioma estudado.