Como parar de procrastinar na hora de estudar Inglês


Confira 7 dicas que vão te ajudar a deixar de ser um procrastinador

Procrastinação se refere ao hábito de adiar tarefas ou prolongar uma situação que você pretende resolver depois. Sabemos como é difícil combater esse hábito e que ele pode atrapalhar nosso desempenho e rendimento quando temos de realizar alguma tarefa.

Em cursos à distância (EaD), o nível de procrastinação é maior, visto que não há uma estrutura que oferece recursos nem o compromisso de ter que comparecer às aulas. Por isso, a EFI trabalha para que as aulas sejam motivadoras e interativas. Assim, cumprir com as tarefas fica divertido!

Normalmente, o ato de procrastinar está relacionado com ansiedade, stress, falta de criatividade e outros sentimentos que ajudam a desconcentrar a pessoa de seu objetivo. Apesar de ser um comportamento muito comum, é também muito prejudicial, pois afeta a rotina de estudos e a vida profissional do procrastinador. Mas saiba que é possível acabar com ela e atingir seus objetivos mais rapidamente. Nós temos a fórmula secreta:


1. Crie uma rotina de estudos

A melhor forma de tornar os estudos um hábito é inseri-los em sua rotina. Portanto, pegue sua agenda, seu calendário eletrônico ou sua folhinha e separe os horários da sua semana que você deseja reservar para os estudos. Anote para que você não marque outros compromissos na mesma hora reservada para estudar.

Não se esqueça de delimitar o período de estudos também. Quanto tempo você tem disponível para estudar amanhã à tarde? Duas horas? Meia hora? Já é o suficiente! Esqueça a ideia de que estudar é sinônimo de ficar sentado durantes muitas horas seguidas. Você pode estudar inglês enquanto ouve música no metrô ou durante o coffee break do trabalho. Separar horas para lazer também é importante, pois, assim, você reduz o estresse da rotina e otimiza o período em que estiver estudando.


2. Faça um plano de estudos

Que devemos estudar, isso todo mundo sabe. Mas... estudar o quê? Faça um plano de estudos com os conteúdos que você mais apresenta dificuldade. É isso o que você deve focar em estudar. Um plano de estudos nada mais é que uma lista das matérias que você precisa estudar. É válido colocar no calendário, juntamente com o horário reservado para os estudos do dia, o conteúdo a ser trabalhado também.

Lembre-se que estudar as matérias que você tem mais facilidade também é importante. Dessa maneira, você fixa o conteúdo mais efetivamente e tem a oportunidade de sanar quaisquer dúvidas que ficaram pelo caminho.


3. Mescle as tarefas difíceis com as tarefas mais agradáveis

Você não é obrigado a estudar somente o que não gosta. É importante intercalar no calendário os conteúdos que mais te agradam e aqueles que você não tem tanta afinidade para que a rotina não fique maçante.

Outra dica é estudar de maneiras não convencionais. Quem disse que só dá para estudar com o caderno ou com o livro? Você pode assistir séries sem legendas (ou com o áudio e a legenda em inglês), ler livros em estrangeiros, escutar músicas e tentar traduzi-las, pode entrar em um grupo de conversação, jogar jogos em inglês... Quanto mais criativo você for, mais divertido fica estudar.


4. Livre-se de distrações

Antes de mais nada, você deve descobrir o que te distrai. Na maioria das vezes, acaba sendo o celular, as redes sociais ou a televisão. Se esse for o seu caso, livre-se de tudo isso enquanto estiver estudando. Coloque o celular no silencioso e guarde-o dentro da mochila ou na gaveta. Desligue a televisão ou a música e vá para um local onde você consiga se concentrar, longe de estímulos e agitações. Você pode usar a internet como ferramenta de estudo, mas fique longe das redes sociais.

As horas livres reservadas no calendário servem justamente para você conferir as redes sociais ou assistir aquela série que tanto gosta. Por isso, não se desespere enquanto estiver estudando: sua hora de lazer vai chegar.


5. Estabeleça recompensas para pequenas metas

Estudar não é uma tarefa fácil, sabemos disso. Por isso, merece ser recompensado aquele que seguir o cronograma de estudos à risca. Estabeleça pequenas recompensas para se dar de presente toda vez que conseguir cumprir a meta de estudos da semana ou quando, enfim, conseguir dominar aquele conteúdo super difícil.


6. Estude em grupo

Outra forma de conseguir incentivo para estudar inglês é fazendo grupos de estudos. Reúna pessoas interessadas em aprender, que possuem objetivos parecidos com os seus, e você verá como seu rendimento aumentará. Quando se estuda em grupo, seus colegas podem cobrar você, ajudando-o a parar de procrastinar. Além disso, você terá ajuda para sanar dúvidas e realizar exercícios. Mas fuja de pessoas desinteressadas e que não têm foco.


7. Tenha em mente onde você quer chegar 

Procrastinar é se afastar do seu objetivo. Assim, quando você tiver pensando em adiar os estudos mais um pouquinho, lembre-se do motivo pelo qual você começou a estudar inglês em primeiro lugar. Se para alcançar seu objetivo você precisa dominar o inglês, use isso como forma de motivação nos estudos.


Aprender inglês só traz vantagens. Se você ainda não começou a estudar, pare de procrastinar e faça já o teste de nivelamento da EFI. E para quem já estuda o idioma, deixe nos comentários quais truques você utiliza para otimizar o aprendizado! 

Artigos Relacionados

Do seu jeito, em qualquer lugar!

O curso acompanha seu ritmo, tanto na sua vida, quanto no seu aprendizado. É você quem lidera sua forma de aprender.

A1, B2? Entenda seu nível de fluência!

Entenda em que nível de proficiência você se encontra. O Quadro Comum Europeu de Referência para Línguas (CEFR) é a nossa base.

AMEAI

Na AMEAI, você ouve, fala, lê, escreve, tem conhecimentos gramaticais, vê vídeos, acessa o vocabulário e curiosidades a respeito do idioma estudado.